O Briefing Editorial

por

Infelizmente, muitas editoras não sabem como elaborar a pauta inicial com as informações essenciais para que o designer editorial realize um trabalho eficiente em relação à capa de livro. Fazem o capista trabalhar às cegas, sem saber as expectativas ou os objetivos que a editora busca com o projeto visual do livro.

A capa de livro não é um elemento artístico ou meramente estético para ser trabalhado na base da adivinhação ou chute.

Na verdade, como sempre digo, a capa de livro é o principal elemento de toda a divulgação comercial de uma publicação. Ter informações relevantes é vital para a criação de desse elemento que tem impacto no marketing e nas vendas da publicação e até na imagem da editora frente a seus leitores.

Para auxiliar editores e produtores editoriais que não fazem ideia de como seria um briefing eficiente para seu capista, segue um modelo de estrutura que ajudaria muitos profissionais de design editorial a ajudarem vocês a terem um ótimo produto editorial:

 

Modelo de Briefing para Capas de Livros

 

A) Informações editoriais

 

Área/Assunto:
Título do livro:
Autor (es):
Subtítulo (texto explicativo de caráter editorial):
Chamada (texto informativo de caráter comercial):
Outros textos frontais: (chamadas, citações, destaques…):
Outros elementos (logotipos, selos…):

 

B) Informações técnicas

 

Tamanho do livro: A x L (mm)
Encadernação: brochura com orelhas, capa dura, capa flexível, espiral, grampo. Inclui luva ou cinta?
Número de páginas estimado: (para previsão de lombada)
Tipo de impressão em cores: 4×4, 4×0, 4×1, 1×1, 2×0 etc
Acabamentos predefinidos: (verniz UV, laminações, hot stamping, relevo seco etc)

 

C) Informações comerciais

 

• Público-alvo: Alguma característica especial no perfil do leitor que teria mais probabilidade de sintonizar com o conteúdo do livro? Sexo/gênero, faixa etária (intervalo de no máximo 6 anos), escolaridade, classe social, hobbys, hábitos, profissão específica, problemas, ambições ou necessidades específicas?

Exemplos:
NÃO-FICÇÃO: meu público prioritário são mulheres na faixa de 28 a 33 anos de perfil independente com formação superior e da classe A/B. O foco são profissionais liberais que tenham filhos e encontram grande dificuldade em equilibrar a vida profissional com a vida familiar. É uma mulher já acostumada a comprar livros de desenvolvimento pessoal de autores como Augusto Cury, Roberto Shinyashiki entre outros.

FICÇÃO: meu público prioritário são jovens entre 19 e 24 anos, espírito aventureiro, sexo masculino, de perfil geek que adoram tecnologia e personagens cult. São certamente leitores de livros como Neuromancer, Guia do Mochileiro das Galáxias e Senhor do Anéis. No cinema, são fãs de Star Wars e filmes da Marvel Comics.

 

• Posicionamento/estratégia da editora: o posicionamento comercial em relação à publicação.

Com que imagem a editora quer “vender” o livro para o público?
Exemplos: O mais polêmico livro deste autor;  O primeiro livro sobre o assunto; Uma nova e revolucionária visão sobre este tema, O mais atualizado e completo livro sobre o assunto; Um livro delicado e sensível que vai te emocionar, Um livro de paixões intensas e relacionamentos desajustados, O livro mais antigo e tradicional sobre o tema, etc

Outras perguntas importantes a serem respondidas pelo briefing:
Qual o diferencial da publicação em relação à livros do mesmo segmento?
Qual o principal conceito que o livro passa a seus leitores? Qual a transformação que ele promove? (no caso de livros para desenvolvimento profissional ou pessoal)

 

• Expectativas da editora: orientação e/ou recomendações gerais da editora para que o designer compreenda a visão da editora ou do autor sobre a capa.
Exemplos:
• “Já temos dois livros deste assunto com fundo azul, por favor, evitar fundos nessa cor.”
• “Imagino uma capa bem alegre, convidativa, que o leitor enxergue as soluções para seus problemas”
• “Gostaríamos que nosso leitor enxergasse um livro moderno, bem atual. Gostaríamos que percebessem que é uma obra mais sensível e leve — não queremos nem cores nem elementos pesados ou exagerados. Buscamos elegância.
• “Gostaríamos que o título fosse bem chamativo mas o nome do autor mais discreto, já que ainda é um autor desconhecido e com pequena plataforma. Gostaríamos de uma linguagem bem popular pois dialogaria melhor com nosso público.”
• “A autora prefere capas sem imagens, por favor, trabalhar apenas com a tipografia (letras)”

 

• Referências: imagens ou links com livros concorrentes ou livros do mesmo autor ou livros do assunto ou até capas livros que a editora ou o autor achem interessantes — ajuda a entender o tipo de capas que atrai o editor ou autor dentro do tema.

 

• Anexos: são os arquivos digitais com texto de apresentação e/ou prefácio e o sumário da obra. O ideal é mandar o briefing ao seu designer sempre com esses textos (mesmo que não sejam ainda definitivos) pois eles já resumem a visão da editora em relação à obra.

Você gosta de produção de livros e design editorial?

Então vai gostar dos conteúdo que tenho para entregar periodicamente para você: posts, vídeos, PDFs, e-books, webinares grátis, cursos, workshops e palestras! E, em breve, incluirei conteúdo sobre marketing editorial! Vem pra lista do Capista, vem! Após fazer seu cadastro, você vai receber, gratuitamente, o primeiro conteúdo: um guia rápido apresentando o processo profissional de criação de capas de livros em 5 passos! Briefing, Pesquisa, Ideia, Layout e Finalização.

Mais no Blog "O Capista":

As Melhores Capas de Livros

A Paste Magazine faz uma boa seleção periódica das melhores capas de livros. Ótimo material para estarmos atentos ao que acontece no mercado internacional.

Você de capa de livro nova!

Acompanhe a evolução dos layouts no processo de criação da capa do livro “Você de Emprego Novo!” da psicóloga e coach Taís Targa.

Softwares para Design Gráfico

Muitos designers iniciantes se confundem quanto à função de cada software de design. Existem 3 tipos básicos de ferramentas para criação. Vamos conhecê-los?

A Estrutura de uma Capa de Livro I

O que é quarta capa? Que largura deve ter a orelha do livro? Tire essas e outras dúvidas nesse artigo sobre a estrutura física de uma capa de livro!

Capas de Livros: 5 dicas para Autores

Para quem é autor independente e planeja lançar seu livro, juntei 5 dicas valiosas sobre o elemento mais importante da divulgação de sua obra: A CAPA DE LIVRO!

O Papel do Designer Gráfico

O que faz um Designer Gráfico? Qual a sua missão? Parece algo simples, mas vejo que muitas pessoas que atuam na área ainda se confundem na resposta.

Rubens Lima

Designer gráfico com mais de 20 anos de experiência na criação de capas de livros para tradicionais editoras do mercado. Profissional com centenas de capas publicadas e, por três vezes jurado do Prêmio Jabuti — o mais importante prêmio do mercado editorial brasileiro — nas categorias capa de livro, projeto gráfico e ilustração. É professor de Design Editorial no curso de pós-graduação MBA Book Publishing e no curso EAD de Formação de Editores.
Conheça mais...