Case: Redesign de capa de livro de ficção

Uma nova visão para a capa do Livro O Canto do Acauã, mostrando a importância de um design realmente profissional para seu livro.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Gostaria de compartilhar com vocês o projeto de redesign da capa do livro O Canto do Acauã de Ricardo de Campos Ferraz. O texto tem boas qualidades e a sinopse era bem interessante.

É uma ficção de aventura com toque de romance. A obra conta a história de uma menina muito rica, arrogante, mimada que a todos tratava mal. Ela sofre um acidente: seu avião bimotor despenca na floresta e ela fica dias e dias vivendo lá com a ajuda do piloto do avião, empregado de seus pais. A devoção deste empregado em ajudá-la e as agruras na floresta acabam por mudar sua visão da vida e ela acaba se entregando ao romance. O Acauã referenciado no título representa, segundo o autor, o espírito da floresta, o novo ambiente que promove a evolução emocional e espiritual da protagonista.

Apesar de procurar focar minha criação em capas de não-ficção (livros para desenvolvimento pessoal, profissional, além de livros técnicos), resolvi aceitar este trabalho quando o autor me enviou as capas anteriores que foram criadas para o livro.

As Capas Anteriores

Capas de Livros Amadoras

Sendo bem sincero, fiquei supreso. Triste pensar que o autor pagou por duas delas. Todas as capas tem soluções bem amadoras.

  • primeira capa (à esquerda) foi feita pelo autor. Ela pouco remete a obra. Chega a ser indecifrável — o que seria esta mão dourada?  A imagem escolhida reflete mais uma obra de terror/suspense do que uma ficção de aventura com toques de romance. Nada de floresta (ponto chave da história), nada de acauã. Também não ajuda a composição sem identidade, tímida, “sem sal”.
  • segunda capa tenta ser literal demais, tentando ilustrar toda a história na capa. E, por isso, acaba incluindo até um spoiler! Ela entrega o desfecho da história: mostra a realização do romance que só ocorre, como suposta surpresa para o leitor, no terço final do livro. O design do título não tem identidade, nem “tempero” e a ilustração tem qualidade técnica duvidosa (principalmente as feições das figuras humanas em primeiro plano).

Falando em figuras humanas, uma dica para vocês autores:
Afora romances bem populares (onde existe a necessidade de subestimar o leitor), evitamos identificar os personagens na capa. Mostrá-los claramente na capa impede que o leitor utilize sua imaginação para conceber a aparência dos personagens — justamente uma das grandes diferenças entre o cinema e a literatura. 

  • terceira capa (à direita) é a mais próxima de uma solução profissional, mas peca na identidade e conceito visual. O uso apenas de uma foto realista de um acauã é um tanto direto demais, até frio e sem emoção. E mais: a composição centralizada, o recorte retangular da foto, o uso de uma imagem sem efeitos (crua e realista), a cor séria, acinzentada, sem vida e a fonte tradicional escolhida, fazem a obra parecer ao leitor um livro técnico sobre aves — e não um romance.

Uma solução profissional para a capa do livro

Na minha versão para a capa, procurei focar no ponto de “virada” da história, no ponto-chave: o acidente com o avião e a recepção do casal pela floresta que os abrigou. O pássaro acauã, o espirito da floresta, procuro representar como algo realmente metafórico, conceitual.

O objetivo é fazer um capa mais elegante e inteligente. Além de mais bela esteticamente. Abaixo as duas opções apresentadas ao autor:

E uma comparação do layout final aprovado pelo autor com as capas anteriormente feitas por ele e para ele:

Qual destas capas tem mais chance de cativar o leitor, de chamar sua atenção, de introduzi-lo de maneira competente ao clima da história e ao tema?

Se vc já sabe como responder esta pergunta, começa a compreender a diferença entre uma capa de livro profissional e uma capa feita pelo próprio autor ou por um designer inexperiente, amador.


Leia outros cases:

Case: Você de Emprego Novo! de Taís Targa
Case: À Bettger com Carinho


Rubens Lima

rubens Lima

São mais de 25 anos de experiência na criação de livros para tradicionais editoras do mercado e autores independentes. Rubens é um profissional com centenas de capas publicadas e, por três vezes, jurado do Prêmio Jabuti, a premiação de maior prestígio no mercado de livros. É pós-graduado (MBA) em Book Publishing (Edição e Publicação de Livros) e professor de Design Editorial.

para autores

Seu livro será um sucesso com seus leitores?

Baixe gratuitamente o BOOKCHECK, material especial do programa PUBLICAR PARA VENCER® de Rubens Lima! Com o ele, você saberá se está no caminho certo ou se precisa se planejar melhor para publicar uma obra que vai efetivamente encantar seus leitores!

Outros posts

Por que Publicar um Livro?

Um livro, além de uma realização pessoal, é uma poderosa ferramenta de marketing pessoal e profissional que vai alavancar sua carreira.

A Capa de Livro e seus mitos

Você sabe qual é a REAL função de uma capa de livro? Aqui revelamos os segredos e mitos da capa para desvendar o sucesso de seu livro!

o livro que está escrevendo vai REALMENTE CONQUISTAR o seu leitor?

Tire essa dúvida agora, baixando gratuitamente o BOOKCHECK, material especial do programa PUBLICAR PARA VENCER® de Rubens Lima! Com o ele, você saberá se está no caminho certo ou se precisa se planejar melhor para publicar uma obra que vai efetivamente encantar seus leitores.

AUTORES E AUTORAS INDEPENDENTES

Quer saber se o seu livro vai conquistar seu leitor?

Baixe grátis o BookCheck, material do Programa PUBLICAR PARA VENCER de Rubens Lima. Saiba agora se você está preparado para lançar um livro profissional que possa realmente alavancar sua carreira como consultor, coach, professor ou especialista em sua área!