O Penoso Jogo da Tentativa e Erro

por | 18 outubro 2017

No processo de criação de uma capa de livro, algumas editoras tendem a cair no penoso e improdutivo jogo da tentativa e erro. Neste jogo, a capa é penosamente aprovada depois de criados doze ou treze layouts diferentes — quando dois a quatro layouts seriam mais que suficientes em um processo bem direcionado. Uma tarefa que deveria levar cerca de duas semanas, acaba levando um mês e meio, dois meses, ou até mais. Perde-se tempo, dinheiro e o desgaste entre todas as partes envolvidas é flagrante.

Muitas Editoras entram nesse jogo da tentativa e erro normalmente porque seus procedimentos e processos internos são confusos — ou, em algumas editoras pela total falta de um fluxo de trabalho coerente. A comunicação pouco eficiente entre as partes envolvidas (autor, diretor, editor, produtor editorial e designer) também contribui, e muito, para isso.

Mas, afinal, como é este incrível jogo? Vamos acompanhar passo a passo:

1) Tendo um briefing pobre, com pouca ou nenhuma informação comercial por parte da editora, o designer acaba fazendo o layout que ele acha melhor para a capa da publicação, baseado apenas na estética — e não em uma mensagem visual eficiente para o leitor.

2) O produtor editorial recebe este layout e, desempenhando apenas o papale de mensageiro ou entregador, apenas encaminha para o editor.

3) O editor, olha para o layout e exclama, amparado por sua “infalível intuição editorial”:
— Não gostei, peça outra proposta.
Sem mais explicações ou informações técnicas, sem compartilhar os motivos para rejeição do layout para a capa do livro.

4) O produtor editorial recebe este “rico” feedback e não faz nenhum questionamento ao seu superior (por medo de contrariar a hierarquia da empresa ou perder seu emprego) e, novamente como um mensageiro, apenas repassa ao designer gráfico editorial o que ouviu do editor:
“Meu editor não gostou — vc pode fazer mais uma proposta?”

5) O designer capista recebe esta solicitação e, tendo um feedback pobre, com pouca ou nenhuma informação comercial por parte da editora, faz o layout que ele acha melhor para a publicação, novamente focado na estética, tentando adivinhar o gosto pessoal do editor.

6) Volte novamente para o item 2.

Agora imaginem este ciclo se repetindo por sete, oito vezes desgastando todos os envolvidos no processo. Imaginaram? Então vocês acabaram de compreender o penoso jogo da tentativa e erro.

Agora, imaginem variações deste jogo, colocando o Autor no meio dele ou quem sabe um Diretor Comercial para apimentar a coisa toda — com certeza o jogo vai ficando cada vez mais caro, demorado e desgastante.

Mas ainda bem que a Editora na qual você atua não trabalha assim, não é?

Ou será que trabalha?

0 comentários

Outros Posts:

Você de capa de livro nova!

Acompanhe a evolução dos layouts no processo de criação da capa do livro “Você de Emprego Novo!” da psicóloga e coach Taís Targa.

Softwares para Design Gráfico

Muitos designers iniciantes se confundem quanto à função de cada software de design. Existem 3 tipos básicos de ferramentas para criação. Vamos conhecê-los?

A Estrutura de uma Capa de Livro I

O que é quarta capa? Qual largura deve ter a orelha do livro? Tire essas e outras dúvidas nesse artigo sobre a estrutura física de uma capa de livro!

Capas de Livros: 6 dicas para Autores

Para quem é autor independente e planeja lançar seu livro, juntei 6 dicas valiosas sobre o elemento mais importante da divulgação de sua obra: A CAPA DE LIVRO!

O Papel do Designer Gráfico

O que faz um Designer Gráfico? Qual a sua missão? Parece algo simples, mas vejo que muitas pessoas que atuam na área ainda se confundem na resposta.

À Bettger com Carinho

A leitura do livro clássico de Frank Bettger mudou minha visão profissional. 20 anos depois, a chance de retribuir postumamente ao autor, criando a capa para sua obra.

Rubens Lima

Designer gráfico com mais de 20 anos de experiência na criação de capas de livros para tradicionais editoras do mercado. Profissional com centenas de capas publicadas e, por três vezes jurado do Prêmio Jabuti — o mais importante prêmio do mercado editorial brasileiro — nas categorias capa de livro, projeto gráfico e ilustração. É professor de Design Editorial no curso de pós-graduação MBA Book Publishing e no curso EAD de Formação de Editores.
Conheça mais...